Pesquisa Avançada

Notícias

Começou na manhã desta segunda-feira (1º) o III Curso de Formação de Mediadores e Conciliadores Judiciais no Distrito Federal - Etapa I. A presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10), desembargadora Maria Regina Machado Guimarães, fez a abertura do curso, que acontece no auditório Ministro Coqueijo Costa, no Foro Trabalhista de Brasília, até a próxima sexta-feira (5).

Em seu discurso, a presidente do TRT-10 revelou sua admiração pelo tema da conciliação e salientou que é sempre muito bom saber que o Tribunal conta com magistradas de excelência, que primam pelo fortalecimento do Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas (Cejusc). Disse que uma das metas de sua administração é ampliar o Cejusc que, segundo ela, é uma “ferramenta poderosa de pacificação social, além de importante vetor para o fortalecimento da Justiça do Trabalho”.

Compareceram também à abertura a diretora da Escola Judicial da 10ª Região, desembargadora Flávia Simões Falcão, os diretores do Foro Trabalhista de Brasília, juiz Rubens Curado, e do Foro de Taguatinga, juiz Alexandre Azevedo Silva, a presidente da Amatra-10, juíza Rosarita Caron, a coordenadora do Cejusc, juíza Roberta de Melo Carvalho, e magistrados da 10ª e da 16ª Regiões.

A desembargadora Flávia Falcão revelou que fez o curso em Tocantins e, por isso, tem certeza de que todos os participantes sairão capacitados e preparados para processo da mediação, além de apaixonados pela mediação. Já o diretor do Foro Trabalhista de Brasília, juiz Rubens Curado, ressaltou que vai participar dessa edição do curso como aluno, e que tem certeza de que, ao final do evento, estará mais habilitado a atuar como pacificador.

Após a solenidade de abertura, foi realizada a aula inaugural do curso com a palestra "A Importância da Cultura da Paz no Poder Judiciário", proferida pela juíza Wanda Lúcia Ramos da Silva, do CJUSC e NUPEMEC do TRT-18.

Programa

O objetivo do curso é capacitar os participantes e habilitá-los para se tornarem conciliadores/mediadores de maneira a contribuírem com o aumento do índice de conciliação do regional na fase de conhecimento. Nesta primeira etapa do curso, serão abordados temas como a importância da cultura da paz no Poder Judiciário; o panorama atual; análise das Políticas Públicas de tratamento adequado dos conflitos de interesses; introdução ao processo de conciliação; problemática da comunicação e ferramentas para provocação de mudanças, entre outros. Os instrutores dessa etapa serão as magistradas Roberta de Melo Carvalho, do Cejusc, Ana Cláudia Torres Viana, do TRT-15, e a servidora Marta Verli, do TRT-10.

Fonte: NUCOM (Mauro Burlamaqui)

United Kingdom Bookmaker CBETTING claim Paddy Power Bonus from link.