Leitura

Vanessa Cattan

Vanessa Vaz Cattan participou da exposição poética "Translúcida" e disponibilizou a obra Moisaico de mim. 

Brasilina Pereira, que prefacia a obra, afirma: "a autora nos surpreende com uma prosa simples, mas bem elaborada, conteúdo pautado na experiência do dia a dia e em vários outros níveis de percepção, que revelam sua sensibilidade ao pisar os caminhos percorridos até então." 

O livro está disponível no aqui.

Pietro Costa

Pietro Costa é Assessor Jurídico de 2ª Instância do Ministério Público da União. É ex-Docente de Ciências Jurídicas. Também é Escritor e Poeta. Ataulmente é Presidente da Academia Cruzeirense de Letras. 

Confira os canais de divulgação da obra do autor:

Blog: http://pietrolemoscosta.blogspot.com

Canal no Youtube: https://www.youtube.com/user/pietrolemos0519

Página no facebook do livro "A Rosa dos Ventos", Ed. Art Letras:  https://www.facebook.com/ROSAdosventosPIETROcosta/

Página do livro "Entre a caneta e o papel", Ed. Chiado Books: https://www.facebook.com/pietro.costa.poeta/

 

Fahrenheit 451

Considerada uma das mais importantes distopias, a obra foi publicada em plena guerra fria e trata de um futuro inespecífico em uma América anti-intelectual onde qualquer um que é pego lendo livros é, no mínimo, confinado em um hospício. Os livros são considerados ilegais e, uma vez encontrados na posse de alguém, são queimados pelos "bombeiros". O protagonista Guy Montag se rebela contra o sistema quando sua vizinha Clarisse desaparece e o bombeiro passa a esconder livros em sua própria casa. Denunciado pela sua ousadia, é obrigado a mudar de tática e buscar aliados na luta pela preservação do pensamento e da memória. 

Ray Bradbury nasceu nos Estados Unidos e escreveu romances, contos, peças, poesia e roteiros para filmes. Considerado um dos mais importantes nomes da ficção científica, vendeu mais de 8 milões de cópias de seus livros. 

Racismo: a psicologia e o Judiciário no trato dos crimes de intolerância racial

A autora buscou obras de referência que discutem a questão das teorias ‘pseudo-científicas’ de hierar­quização racial, os critérios subjetivos que escalonavam as raças em ‘superiores’ e ‘inferiores’, e sua repercussão nas relações sociais. Analisa a influência inconsciente dessas teorias na formação individual e social da pessoa e examina as jurisprudências do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) referentes ao tema do racismo e crimes de intolerância racial. 

Os resultados obtidos levam a refletir na qualidade dos mundos e dos sujeitos produzidos, visando a transformar o direito de acesso ao Judiciário em um direito à proteção e garantias de equidade social/racial e cidadania.

Denise Maria Perissini da Silva é mestre em Ciências Humanas Interdisciplinares pela Uni­versidade de Santo Amaro – UNISA. Psicóloga Clínica e Jurídica em São Paulo. Professora universitária em cursos de graduação e pós-graduação em Psicologia Ju­rídica (São Paulo, Porto Velho, Goiânia). Psicopedagoga e Intérprete de LIBRAS. Atua como assistente técnica em processos judiciais na área de família e infância em di­versas partes do Brasil. Di­retora Científica no Brasil da Asociación Latinoamericana de Psicología Jurídica y Forense – ALPJF.

United Kingdom Bookmaker CBETTING claim Paddy Power Bonus from link.